CAPÍTULO 3                        PÁGINA INICIAL

CHAPTER 3 ENGLISH CLICK

CAPITULO 3 ESPAÑOL CLIC

CAPÍTULO 4    

  

JESUS CRISTO É A VERDADE ABSOLUTA DO PAI.

Assim, ninguém vai ao Pai, se não por Jesus Cristo João 14:6.

E ninguém conhece a Deus Pai, sem antes conhecer a Jesus Cristo João 1:18.

E ninguém conhece a Jesus Cristo, sem viver o seu Evangelho.

O Evangelho de Jesus Cristo são seus mandamentos por ele vividos e testemunhados João 14:21.

Os mandamentos de Jesus Cristo estão baseados no dogma do amor ao inimigo. Mateus 5:43,44Lucas 6:25-35Romanos 13:7-14.

Acontece que amar o inimigo está contra o dogma da natureza humana, que é amar o próximo e odiar o inimigo Mateus 5:43.

Para Jesus Cristo, qualquer ser humano Lucas 10:25-37 que precisa de você é seu próximo; incluindo seu pior inimigo, a quem você deve amar; abençoe quando ele te amaldiçoar; faça-o bem diante de seu ódio por você; ore por ele, enquanto ele maltrata e persegue você. Somente então você estará vivendo o evangelho de Jesus Cristo e estará de acordo com o amor de Deus Pai por nós. Mateus 5:44Lucas 6:25-35.

Porque de Deus Pai, pai das luzes, nos só recebemos dádivas boas e dom perfeito, e nele não há mudança nem sobra de variação Tiago 1:17.

Jesus Cristo foi o primeiro que testemunhou o dogma do seu evangelho.  Diante de todo sofrimento que os seres humanos lhe impuseram, ele limitou-se a pedir a Deus Pai que nos perdoasse, pois não sabíamos o que fazíamos Lucas 23:34.

O Segundo exemplo fundamental do dogma do testemunho de Jesus Cristo foi o testemunho de Estevão, o primeiro mártir.

Estevão, após revelar verdades aos seus conterrâneos, foi mal compreendido e apedrejado até a morte. "E apedrejaram a Estevão que em invocação dizia: Senhor Jesus, recebe o meu espírito. E, pondo-se de joelhos, clamou com grande voz:

Senhor, não lhes imputes este pecado. E, tendo dito isto, adormeceu." Atos 7:59,60.

Este Estevão viveu o testemunho de Jesus Cristo como verdade absoluta do Pai Mateus 5:44. Testemunhou exemplarmente o Evangelho de Jesus Cristo,  retribuindo o ódio do inimigo, com o amor que Jesus Cristo nos ensinou; Bendizendo aos que o amaldiçoavam; Pagando com o bem os que o odiavam; Orando pelos que o  maltratavam e o mataram Atos 7:59,60.

E, por conseguinte, este Estevão se tornou um com Deus Pai, assim como Jesus e o Pai são um  João 10:30João 14:9; João 14:21;  João 14:15.

No entanto, o Evangelho de Jesus Cristo foi descaracterizado por alguns de seus apóstolos. Ou seja, voltaram a viver o preconizado no Antigo Testamento, onde naturalmente aprendemos a amar os nossos amigos e odiarmos os nossos inimigos Mateus 5:43.

Quem descaracterizou o Evangelho de Jesus Cristo?

O apostolo Pedro foi o primeiro que descaracterizou, dissimulando o Evangelho de Jesus Cristo. E fez isso, de tal maneira prejudicial ao amor de Deus Pai, que recebeu uma advertência do apóstolo Paulo em Gálatas 2:6-14.

Na verdade, o apóstolo Pedro virou o testemunho de Jesus Cristo de cabeça para baixo, desacreditando a pessoa de Jesus Cristo como verdade absoluta de Deus Pai.

Em Atos 5:1-11, matando Ananias, um cristão recentemente convertido; por dinheiro; E Safira, que nem se converteu; por vingança, já que ela era esposa de Ananias; usando a espada da palavra, em nome do Espírito Santo de Deus; dentro da igreja; O apóstolo Pedro desfigurou o Evangelho de Jesus Cristo, contradizendo completamente o dogma do amor de Deus Pai, determinado e testemunhado por Jesus Cristo em Mateus 5:44Lucas 23:34; e que Estevão, o primeiro mártir viveu, em Atos 7:59,60.

O segundo que descaracterizou o Evangelho de Jesus Cristo foi o apóstolo Paulo, quem deveria ter sido impecável,  visto que recebeu a ordem do próprio Espírito Santo de Jesus Cristo, de abrir os olhos dos seres humanos, convertendo-nos das trevas à luz, e do poder de Satanás a Deus Pai Atos 26:18.

O apóstolo Paulo, antes de se converter ao cristianismo, era impecável com a religião judaica Gálatas 1:14; Gálatas 1:13, como se vê em Filipenses 3:1-11. No entanto, desconsiderou tudo no que acreditava, para poder seguir o Evangelho de Jesus Cristo Gálatas2:18.  Mas lamentavelmente, também desfigurou o Evangelho de Jesus Cristo de Mateus 5:44; quando contrariando o testemunho de Jesus Cristo, entregou ao Satanás as pessoas iníquas que o perseguiam. 1 Coríntios 5:4-131 Timóteo 1:20.

Com esta atitude, o apóstolo Paulo, a exemplo do apóstolo Pedro, contradisse o testemunho de Jesus Cristo.  Pois Jesus Cristo veio a este mundo viver o seu Evangelho, justamente para nos retirar do poder do Satanás; a exemplo do que aconteceu com o próprio  apóstolo Paulo em Atos 26:18.

A determinação de Jesus Cristo é a de que devemos retirar os seres humanos do poder do Satanás: curando os enfermos, limpando os leprosos, ressuscitando os mortos, expulsando os demônios, oferecendo gratuitamente o dom que de graça e pela graça recebemos Mateus 10:8. Porém, sob nenhuma hipótese, Jesus nos mandou entregar os seres humanos ao Satanás.

O apóstolo Paulo, no entanto, foi coerente com o Evangelho de Jesus Cristo, quando desconsiderou o conhecimento que tinha do Antigo Testamento em Filipenses 3:4-8; e completamente de acordo com o Evangelho de Jesus Cristo, quando afirmou que o Antigo Testamento era o ministério da condenação e da morte, a saber, o ministério do diabo; e, que este ministério havia sido por Jesus Cristo abolido 2 Coríntios 3:1-14. Que pelas obras da lei, nenhum ser humano seria justificado; porque, se a justiça provém da lei, segue-se que Cristo morreu debalde. Gálatas 2:16-21.

Destarte, tanto em  Filipenses 3:4-8; como em 2 Coríntios 3:1-14 e em Gálatas 2:16-21; o apóstolo Paulo estava em sintonia com o Evangelho de Jesus Cristo.

Esta sintonia se desfaz, quando o apóstolo Paulo leciona que:  "Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra. 2 Timóteo 3:14-17.

O apóstolo com estas palavras, reedificou o Antigo Testamento que havia destruído em Filipenses 3:4-8 2 Coríntios 3:1-14, se tornando um transgressor, conforme confessara em Gálatas 2:18.

E a exemplo do apóstolo Pedro, em  Atos 5:1-11, que matou, usando o poder da palavra, aos inocentes,  Ananias e Safira, envolvendo o Espírito Santo; Paulo, em Atos 28:24-27, também blasfemou contra o Espírito Santo.  Fez isso, quando afirmou que o espírito que determinou em  Isaías 6:10-12 que o profeta enganasse a todos; era o  Espírito Santo de Deus. Uma  terrível blasfêmia contra o Evangelho de Jesus Cristo, que prova com sua vida, que de Deus Pai, nós só recebemos dádivas boas. Tiago 1:17.

Essa afirmação de Paulo é blasfema, porque o próprio Jesus Cristo declarou em João12:39-41, que os israelitas e a humanidade, por sua vez, não podiam acreditar nele, Jesus Cristo, precisamente porque o diabo os cegou e endureceu o coração deles em  Isaías 6:10-12,  para que não vejam com os olhos e entendam com o coração e, assim, sejam curados por Ele, Jesus Cristo João12:39-41.  

E, para que não paire nenhuma dúvida, vez que, a divindade maligna que deu tal desígnio maldito para Isaías 6:10-12 é a mesma, que tem confundido a humanidade, através do apocalipse, veja:  Apocalipse 4:1-11 Invoquemos os princípios do Evangelho de Jesus Cristo:  "Ou fazei a árvore boa, e o seu fruto bom, ou fazei a árvore má, e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore". Mateus 12:33. Portanto, com base no testemunho de Jesus Cristo, o Espírito Santo jamais poderia ter dado tal ordem maligna em Isaías 6:10-12, por ser um fruto maligno.  E "três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um."1 João 5:7.

Outro princípio fundamental do Evangelho de Jesus Cristo é: "Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna. Mateus 5:37

Ora, sim, sim; Não, não, o Espírito Santo é um com Deus Pai e Jesus Cristo que é a palavra do pai  1 João 5:7; Assim, do Espírito Santo de Deus Pai e de Jesus Cristo, que é a palavra do Pai,  nos só recebermos dádivas boas e dom perfeito Tiago 1:17

Portanto, imputar a maligna determinação de  Isaías 6:10-12, ao Espírito Santo, é uma blasfêmia contra o Espírito Santo de Deus Pai e por consequência, uma contradição ao Evangelho de Jesus Cristo.

O Terceiro que descaracterizou o Evangelho de Jesus Cristo foi o apóstolo João, quem, provavelmente, mais conhecia do testemunho do amor de Jesus Cristo. O apóstolo disse:  "Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis. Porque quem o saúda tem parte nas suas más obras". 2 João 1:6-11".

Esta pratica de separação dos pecadores era conduta dos escribas e fariseus do Antigo Testamente, que foi combatida por Jesus Cristo em Lucas 5:30-32.   

Porém, o apóstolo João em 2 João 1:6-11, proibindo os cristãos, até mesmo de saudarem os que não eram cristãos, deturpou também o Evangelho de Jesus Cristo, contrariando a determinação do amor absoluto de Deus Pai, de que devemos amar aos nossos inimigos, fazer bem aos que nos fazem mal, orar pelos que nos maltratam e nos perseguem Mateus 5:44

Dessa maneira, o apóstolo João, 2 João 1:6-11, desfigurou o testemunho de Jesus Cristo, que nos adverte: "saudáveis não precisam de médico, mas sim de doentes; eu não vim para chama os justos, mas os pecadores ao arrependimento". Marcos2:17Lucas 5:31Mateus 9:12.

Portanto, os apóstolos, em parte significativa, não observaram as orientações de Jesus Cristo em Lucas 9:52-55, de que devemos avaliar o espírito que os anima.

E por não avaliar o espírito que os animava, os apóstolos colocaram retalhos velhos, do Antigo Testamento,  no tecido novo do Evangelho de Jesus Cristo.

Desta forma,  os apóstolos em maioria,  passaram a beber do vinho velho, que significa o Antigo Testamento,  porque viram que era melhor do que o novo Lucas 5:39.  Pois amar os inimigos é algo que ninguém, que não esteja completamente entregue ao Evangelho de Jesus Cristo, consegue cumprir. Por isso, os apóstolos descaracterizaram  o testemunho de Jesus Cristo e voltaram ao vinho velho do Antigo Testamento Lucas 5:36-39.

Este retorno ao Antigo Testamento foi um erro fatal dos apóstolos e por consequência da Igreja cristã, até os nossos dias;  Porque Jesus havia dito em João 8:44, francamente, aos israelitas, que o deus que eles seguiam e, em maioria, ainda seguem, era e é, o imperador da morte Hebreus 2:14, diante da própria declaração da divindade israelita em Deuteronômio 32:39, onde confessa ser homicida e causa da existência do mal Isaías 45:7.

Com a reconstrução do Antigo Testamento, os apóstolos e, portanto, a Igreja Cristã, retornaram as práticas assassinas do diabo no Antigo Testamento. Ainda que os apóstolos soubessem, como fica claro da leitura de  Filipenses 3:1-82 Coríntios 3:1-14, que o Antigo Testamento está em oposição ao amor de Deus Pai, testemunhado por Jesus Cristo.

Este velho testamento traz intrinsecamente a ordem do diabo, determinada em Isaías 6:10-12, de levar a humanidade  ao fratricídio mundial, nestes termos:   Assim diz o Senhor Deus de Israel: Cada um ponha a sua espada sobre a sua coxa; e passai e tornai pelo arraial de porta em porta, e mate cada um a seu irmão, e cada um a seu amigo, e cada um a seu vizinho Êxodo 32:27Joel 2:1-3; Claramente declarado em Sofonias 3:8.

Portanto, se a humanidade cair nesta operação do erro, conforme: 2 Tessalonicenses 2:11; O Diabo alcançará seu objetivo, jurado em Sofonias 1:2,3, onde declara:  Hei de consumir por completo tudo de sobre a terra, diz o Senhor (o diabo). Consumirei os homens e os animais, consumirei as aves do céu, e os peixes do mar, e os tropeços juntamente com os ímpios; e exterminarei os homens de sobre a terra, diz o Senhor (o diabo) Sofonias 1:2,3.

Assim, nenhuma religião é do diabo e nenhum ser humano pertence ao diabo;  Porém, em toda religião, o ser que pratica a maldade está com o diabo. Mas se este ser se arrepende, nos termos do testemunho de Jesus Cristo, e passa a praticar a bondade, Deus o pai se reconcilia com Ele. "Porque o Filho do homem (Jesus Cristo) veio salvar o que se tinha perdido." Mateus 18:11Lucas 15:11-32Ezequiel 18:1-32.

Assim também, toda palavra das Escrituras Sagradas, que está voltada para a maldade, pertence ao diabo. E toda palavra que visa o bem e a salvação dos seres humanos, é de Deus Pai.

Por isso, "ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!" Isaías 5:20;

"Porquanto dizeis: Fizemos aliança com a morte, e com o inferno fizemos acordo; quando passar o dilúvio do açoite, não chegará a nós, porque pusemos a mentira por nosso refúgio, e debaixo da falsidade nos escondemos." Isaías 28:15.

"E a vossa aliança com a morte se anulará; e o vosso acordo com o inferno não subsistirá; e, quando o dilúvio do açoite passar, então sereis por ele pisados." Isaías 28:18.

Portanto, ai daquele religioso que está calado, ou colaborando, torcendo para que os seres humanos se autodestruam, enganados pelo diabo: "Para que quereis vós este dia do Senhor (dia do diabo)? Será de trevas e não de luz. É como se um homem fugisse de diante do leão, e se encontrasse com ele o urso; ou como se entrando numa casa, a sua mão encostasse à parede, e fosse mordido por uma cobra". Amós 5:18,19.

Conclusão: Se os seres humanos não aceitarem viverem o testemunho de Jesus Cristo, a verdade absoluta do Pai, toda a vida no planeta terra será exterminada, conforme Sofonias 1:2,3.

Se caminharmos para Sofonias 1:2,3, nossa única salvação será redenção com Jesus Cristo, nestes termos:

"Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também." João 14:1-3

Da capital da fé, pelo poder do Espírito Santo da Verdade, João Joaquim Martins, um servo dos servos de Jesus Cristo.

https://joaorevela.blogspot.com/2019/12/jonas-o-aviso-final-de-deus.html

https://martins125.blogspot.com/2019/11/a-seducao-do-diabo.html

https://martins125.blogspot.com/2019/11/o-espirito-santo-da-verdade-faz-suas.html

https://martins211.blogspot.com/2019/04/o-holocausto-final-e-ultima-pascoa.html

https://martins125.blogspot.com/2019/11/o-bem-no-mal-e-o-mal-no-bem.html

https://joaojoaquimm.blogspot.com/2019/12/declaracoes-de-jesus-cristo-segundo-o.html

https://revelaespiritosanto.blogspot.com/2020/01/deus-e-amor-mas-poucos-sao-os-que.html

https://revelaespiritosanto.blogspot.com/2019/12/o-livro-de-isaias-tem-como-objetivo.html

https://martins211.blogspot.com/2019/12/estamos-caminhando-para-o-fratricidio.html

https://joaorevela.blogspot.com/2019/12/a-verdade-que-jesus-revela.html